sexta-feira, 20 de março de 2015

Cogumelos Portobello recheados

Quando comecei este blogue tinha saído há pouco tempo de um trabalho bastante stressante e com um ritmo alucinante. Estava numa nova fase em que eu ditava os meus horários, o que nem sempre era fácil, confesso. Mas tinha coisas muito boas. Todas as quintas-feiras almoçava sozinha em casa. Era a única refeição que fazia sozinha e adorava. Era a altura de experimentar algo, fotografar e colocar no blogue.
Regra geral, os posts aconteciam logo nesse dia ou no dia seguinte. A receita estava fresca na minha cabeça e tinha aquela adrenalina boa de querer publicar algo que tinha experimentado e gostado.
Nos últimos meses os horários mudaram. Os projectos também. A vida mudou. E de repente, tive de encontrar uma forma de não abandonar o blogue. O que por vezes não é fácil, porque ficam fotografias e posts em "banho-maria" por dias, às vezes semanas e quando volto a olhar, já não gosto das fotos, e acabo por deixar de lado.
Era o que quase ia acontecendo com estes cogumelos. Vieram comigo para casa graças a uma promoção de um supermercado mas a verdade é que a receita não é nada de complexa nem novidade para ninguém. Mas é óptima, garanto-vos e torna-se numa refeição perfeita para a Primavera que chega hoje.
Ingredientes (para 4):
4 cogumelos Portobello (grandes)
2 salsichas frescas
1/2 cebola picada
4 fatias de queijo
ovo estrelado (opcional)
alecrim, azeite. sal e pimenta q.b
Preparação:
Tempere os cogumelos com uma pitada de sal, pimenta e alecrim picado a gosto.
Numa frigideira antiaderente refogue a cebola num fio de azeite. Retire a pele das salsichas e junte à cebola. Deixe cozinhar cerca de 5 minutos, mexendo sempre.
Deite um fio de azeite no fundo de uma assadeira de ir ao forno. Coloque o recheio em cada cogumelo. Em cima coloque uma fatia de queijo. Leve ao forno pré-aquecido a gratinar cerca de 15 minutos.
Sirva com um ovo estrelado em cima com uma boa salada e abacaxi com alecrim :)

quinta-feira, 5 de março de 2015

Gratinado de Batata, Salmão e Alho-Francês

Não sou muito "batateira".
Aliás nunca achei muita piada a batatas (com excepção das fritas, quem não gosta?) e não gosto delas nem cozidas, nem assadas e mesmo em puré, nhééé.
Mas cá em casa são todos loucos por batatas. E das poucas coisas que sei sobre agricultura é que as batatas são plantadas por altura do Carnaval.
Há muitas qualidades mas lá em casa só se cultiva a Kennebec, que toda a vida conheci como batata canivete (é como o meu avô lhe chama). O meu pai não gosta da vermelha, diz que "esfarela" muito, a "não-sei-quê" também não presta, só a kennebec é boa. (é o mesmo princípio dos tomates, só se planta coração-de-boi).
E porque estou eu a falar de batata? Pois, não sei bem. Porque só a como cortada fininha ou triturada em gratinados e envolvida noutros sabores.
Mas há quem goste muito. Bom proveito :)

 ( receita inspirada na revista Continente Magazine)
Ingredientes:
(para 4 pessoas)
800 gramas de batatas
2 alhos-franceses
3 postas de salmão
sal, pimenta e tomilho q.b
1 colher de sopa de farinha maisena
500 ml de leite
queijo ralado a gosto

Preparação:
Descasque e corte as batatas em rodelas.
Misture a farinha maisena com o leite frio e mexa bem. Tempere com sal e pimenta e coloque num tacho ao lume. Coloque as batatas no leite e deixe cozinhar cerca de 10 minutos (se for necessário acrescente leite).
Coloque o salmão a grelhar ou cozinhe-o ao vapor. Retire as espinhas e reserve.
Corte os alhos-franceses em rodelas e leve ao lume a refogar em azeite. Quando começar a ficar tenras junte o salmão e tempere.
Numa assadeira de ir ao forno coloque uma camada de batatas a cobrir o fundo. Por cima coloque o alho-francês e o salmão e por último coloque as restantes batatas. Cubra com o molho béchamel e polvilhe com queijo ralado e coentros, salsa ou folha de aipo picada.
Leve ao forno cerca de 30 minutos ou até estar cozinhado.


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Bolo de Laranja e Coco

Às vezes dou por mim a pensar em certas situações que aconteceram na minha vida e que tiveram repercussões espectaculares. Coisas que nem nos meus mais remotos sonhos poderiam acontecer e que, sem eu dar por ela, encadearam uma série de acontecimentos.
Lembro-me perfeitamente como conheci a Luisa. Tinha acabado de receber um miminho de uma blogger que tinha conhecido através do blogue e partilhei o mesmo na página do facebook. Lembro-me que dizia algo do género: ah e tal as bloggers de culinária podem não receber nada mas ao mesmo tempo recebem tanto (qualquer coisa desse género).
Houve alguém que respondeu com um convite :) De repente estava alguém a convidar-me a assistir a um workshop. Achei que devia ser piada e não liguei até que a pessoa, a Luisa me mandou uma mensagem a dizer que gostava que eu fosse a um workshop dela.
Achei aquele gesto de uma generosidade imensa e resolvi ir. Encontrei uma mulher cheia de genica, super dinâmica e com um power fantástico. Depois daquele dia, a Luisa falou-me na ideia de fazer uma Cozinha de Blogs e o resto, já devem saber :)
O que poucas pessoas devem saber, incluindo a Luisa, é que a conheci na mesma altura que conheci outras mulher de garra, cheias de ideias e bom coração. E sem saberem, essa forma sorridente e carismática de viver a vida foram determinantes na altura de tomar algumas decisões e enfrentar alguns medos.
E porque é sempre bom estarmos rodeados de energia positiva, bons feelings e boas pessoas à nossa volta, hoje trago um bolo inspirado no livro da Luisa, com muita cor e muito sabor :) Um boom de energia neste Inverno tão penoso :)
Ingredientes:
3 ovos
1 chávena de chá de açúcar
1/2 chávena de chá de óleo
1/2 chávena de chá de leite
sumo de 1 laranja
100 gramas de côco ralado
2 chávenas de chá de farinha
Para a calda:
100 gramas de açúcar
50 gramas de água
1 laranja cortada às rodelas
Preparação:
Ligue o forno a 180º.
Misture todos os ingredientes, no final incorpore a farinha, misturando bem.
Deite o preparado numa forma bem untada e leve ao forno até cozer.
Para a calda, leve todos os ingredientes ao lume. Deixe ferver até a calda começar a engrossar. Reserve.
Retire o bolo do forno e pique-o com um palito. Retire as rodelas de laranja e coloque a calda sobre o bolo. Disponha por fim as rodelas de laranja.



quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Flan de brócolos e batata-doce

Não me lembro de passar tanto tempo sem fazer um post aqui no blogue. Hmm só passaram umas 2, quase 3 semanas mas foram umas semanas loucas, com o Carnaval pelo meio e uma tendinite para finalizar em beleza (not).
No final de Janeiro decidi que ia deixar de ser tão sedentária e pumbas, comecei a zumbar. Gosto muito e faz-me sentir muito bem. A verdade é que passo os dias (e as noites) sentada em frente ao computador. Uma caminhada de vez em quando não era suficiente e por mais peixe cozido com brócolos que coma (que gosto muito) não é isso que me faz emagrecer.
Dou sempre a desculpa que não tenho tempo. Até quero fazer, até quero ir mas não tenho tempo. É verdade, mas tenho descoberto que tudo é também uma questão de organização. Comprei um caderno que anda sempre comigo e no qual faço rabiscos sobre o que tenho para fazer e sobre o que já fiz e articulei tudo de forma a parar mais. Parar para estar com quem gosto. Parar para cuidar de mim e parar para cozinhar. E como gosto de cozinhar :)
(há por aí dicas de como organizar bem o tempo?)
(receita inspirada numa receita da revista Saberes e Sabores , quem me segue no instagram viu que fiz uma limpeza nas revistas culinárias cá de casa hehe)
Ingredientes:
(para 4 pessoas)
2 batatas-doces
1 cebola
1 alho francês
1 cabeça de brócolos pequena
4 ovos
1/2 chávena de natas de soja
pimenta preta
100 gramas de queijo ralado (usei queijo ralado limiano fácil de derreter)
folhas de aipo picado q.b
azeite
vaqueiro liquida

Preparação:
Ligue o forno a 180º
Descasque as batatas-doces e a cebola.
Corte a cebola e o alho francês em rodelas e a batata em cubos pequenos.
Coloque os legumes a saltear num fio de azeite.
Retire os raminhos dos brócolos (guarde os talos mais grossos para uma sopa) lave e junte-os aos restantes legumes. (Se tiver uma tampa-flor Kochblume pode cozer ao vapor os brócolos, faço-o muitas vezes e fica fantástico) Tempere os legumes com uma pitada de sal.
Parta os ovos para uma taça e bata-os com uma vara de arames. Adicione as natas de soja (pode usar molho bechamel) tempere com pimenta e adicione o queijo e um bocadinho de folhas de aipo picado (pode usar salsa ou coentros)
Unte 4 formas individuais com um pouco de vaqueiro liquida, distribua os legumes pelas forma e por cima a mistura dos ovos e natas. Leve ao forno cerca de 30 minutos. Serve como acompanhamento e ou óptimo prato principal.